segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

PESO DE PORTA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Peso de porta de barquinho para a casa de praia feito de lata de leite reciclada. 

terça-feira, 24 de novembro de 2015

NECESSAIRE BOX DE PATCHWORK

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Levei (não se diz gastei, jamais!) mais de 1 hora "criando" o tecido dessa necessaire, escolhendo retalhinhos, refilando e costurando. 

Queria botar as coisas para circular aqui no ateliê e vermelho é uma cor que uso bastante, então apareceu bastante nesse trabalhinho. 

O modelo da necessaire não é novidade, mas o acabamento sim, o forro é embutido, não tem zig zag nem viés, acho que o tempo de execução é o mesmo, mas como eu odeio viés fiquei feliz da vida de aprender essa finalização. 

No forro usei feltro salmão, um dia, faz bastante tempo, fiz um monte de cupcakes pra uma cliente e sei lá que conta eu fiz que achei que precisava de 8 metros de feltro salmão para fazer a base dos bolinhos, nem preciso falar que esse feltro tá rolando aqui desde então e parece eterno, pois bem, na falta da manta ele serviu muito bem e acho que ficou até melhor porque deu estrutura e ficou molinho ao mesmo tempo. 

O quilt era outra coisa que estava parada no ateliê, mas no ateliê da minha cabeça que tem uma fila de projetos e também ocupa espaço na minha vida, pois bem, de tanto ver as meninas falando e fazendo o tal do quilt da letra E (só que cursiva, ok?) peguei uma folha de papel e rascunhei, até o caminho de bêbado eu consegui fazer, mas esse não saiu do papel, meu primeiro quilt livre foi esse da necessaire. 

Esse coração no zíper também estava guardado faz tempo, não sei o nome, mas ele encaixa com um click e vem num pacotinho com diversas cores e tamanhos.  

Porque uma necessaire para treinar o primeiro quilt? Poderia ser qualquer outra coisa, mas fim de ano tá aí e ela viaja comigo!

No fim é igual aquela história das panquecas, a primeira sempre fica pra quem fez, certo?     

sábado, 21 de novembro de 2015

ALMOFADA DE MENINO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marinho, lima e branco, muito branco, com um quilt libertador como manda o patchwork moderno. 

MOLDE DE RENA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Natal outra vez? Siiim, mais um ano se passou, postei pouquinho porque costurei quase nada esse ano. 

Foi um tempo necessário para refletir o rumo das minhas costurices, uma coisa é o que a gente sonha e outra a realidade, esse ano essas duas coisas andaram em direções opostas, além de cuidar dos blá, blá, blás da casa, esse ano fizemos uma pequena reforma e compramos mais um cachorrinho,  administrar tudo ao mesmo tempo estava me deixando sobrecarregada. 

Na verdade tempo a gente acha sim, um pouquinho hoje, um tantinho amanhã, um tempão depois de amanhã e as coisas vão tomando forma, mesmo que aos poucos.

Fato é que no fundo faltava emoção e novidade, as guirlandas e o feltro sempre foram o que me trouxeram dinheiro, mas a satisfação estava ficando em segundo plano, tem gente que faz a mesma arte por anos a fio, comigo não funciona assim, o que me move é a novidade e a experimentação, além do que tinha um baú cheio de tecidos parados ou cortados em doses homeopáticas para fazer uma florzinha ou um detalhezinho junto com o feltro.

Enfim, o que eu queria mesmo era retomar o patchwork que ficou parado como que num grande parêntese na minha vida. 

Comecei com essa onda há 9 anos e praticamente parei para feltrar, desde a metade do ano passado até a metade desse ano fiz aulas de patchwork tradicional, montei uma colcha de solteiro sozinha que tinha começado há uns 6 anos, montei uma colcha pra mim que no meio do caminho do meu projeto trocamos a cama de casal tradicional por uma king size e a colcha teve de ser aumentada estratosfericamente, ainda não terminei, parei com as aulas antes de terminar a colcha, mas agora acho que consigo fazer o que falta sozinha. 

Resolução de ano novo: começar o ano terminando essa colcha. 

Ao mesmo tempo quero muito colocar em prática meu plano de ter um estoque a pronta entrega e estou trabalhando nisso, assistindo aulas na Eduk (todo mundo, né?), conhecendo ideias e técnicas novas e me apaixonando de vez pelo patchwork, mas não exatamente o tradicional, o moderno, escola que a Fá Giandoso divulga e onde me achei com os blocos desconstruídos, o quilt com formatos inusitados e com muito tecido branco.

O feltro agora é que vai ficar de lado por um tempo, dá muito trabalho e leva tempo demais, acho que tem muita gente fazendo.

Sobre o blog ele vai ser sempre meu xodó, adoro escrever aqui, mesmo ciente que os tempos mudaram desde que o blog nasceu e que as outras mídias sociais tem uma fluxo maior de leitores, se é que podemos chamar assim, na verdade acho que a palavra que descreve melhor é frequentadores porque hoje mais se vê e menos se lê, as pessoas preferem imagens à palavras, certo?  

Claro que estou falando do Facebook e que tenho um conta pessoal por lá e uma fanpage, mas o negócio aqui flui diferente, o blog é alimentado de outro conteúdo, por isso acho que ele pode até esmorecer, mas será eterno pois tem caráter de diário, mesmo que haja quem escreva sobre seu dia a dia e seus sentimentos e que haja quem escreva sobre um tema só, no fundo todos tem uma carga emocional e a responsabilidade contar trajetórias. 

Vou continuar escrevendo sim, mesmo que me sinta como um locutor de rádio às 3h da madrugada que fica pensando que não sobrou ninguém pra ouvir ele falar...          

Fim de ano fico deprê, ainda não entendi por quê...rimou! rs

Aproveitem a rena que anda é tempo!!! Talvez esse seja o último post do ano, então Feliz Natal e Ano Novo pra todo mundo, com muita saúde e paz (que é o que a gente mais precisa nesse momento, né? E responsabilidade também, acorda governo!

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

ALMOFADAS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Parei de feltrar por um tempo, (sei lá quanto) para me dedicar ao patchwork, sempre trabalhei com ambos, o feltro e o tecido, paralelamente, mas desproporcionalmente mais o feltro porque fazia as guirlandas para vender e outras costurinhas por encomenda. 

Ainda estou em fase de experimentação, estou testando mantas e acabamentos, mas se eu bem me conheço não vou nunca seguir um padrão, cada uma vai ser diferente sempre e pronto. 

Umas peças são para venda, outras são minhas e outras são presentes.